Ir para o conteúdo principal
Memória da Educação Paulista » Memória Oral » Arquivo Histórico Escola Caetano de Campos


O Acervo Histórico da Escola Caetano de Campos (AHECC)

O Acervo Histórico da Escola Caetano de Campos é uma possibilidade de reflexão sobre a preservação da cultura material das escolas. Portanto, profissionais e pesquisadores que, em algum momento, estiveram no processo histórico do AHECC tem muito a dizer, com suas memórias, sobre a história deste acervo e de realizações similares nos âmbitos escolares, além, é claro, da contribuição para a história da educação.

Categorias
Pesquisar
Jacy Machado Barletta
282 K
A arquivista Jacy Machado Barletta conta suas lembranças sobre a organização do Acervo Histórico da Escola Caetano de Campos entre os anos de 1990 e 2002.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Regina Célia da Silva
282 K
A professora Regina Célia da Silva ajudou a constituir, organizar, conservar e restaurar o Acervo Histórico da Escola Caetano de Campos. Neste vídeo ela demonstra o grande valor cultural desse Acervo e o coloca como exemplo para as outras Escolas.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Ana Regina Pinheiro
282 K
A historiadora Ana Regina Pinheiro, com a perspectiva de pesquisadora, apresenta a trajetória do Acervo Histórico da Escola Caetano de Campos que está sob os cuidados do CEMAH. Interessada na área de preservação da documentação histórico-escolar, Ana Regina indica a sua prática de pesquisadora no Acervo Histórico da Escola Caetano de Campos. Aspectos de suas vivências do percurso de sua pesquisa, da metodologia do seu trabalho, são destacados nos vídeos. No terceiro vídeo é rapidamente analisado o jornal escolar Nosso Esforço, produção dos alunos da Escola Caetano de Campos (entre 1936 e 1966) e objeto de pesquisa de Ana Regina Pinheiro.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Mirian Jorge Warde
282 K
No vídeo, a pesquisadora Mirian Jorge Warde compartilha conosco suas memórias referentes às ações no acervo histórico da Escola Caetano de Campos (quando este estava no prédio da Aclimação) para a preservação de documentações "preciosas e únicas" como, por exemplo, o Registro de Imposição de Penas. Argumenta que seus trabalhos desenvolvidos de 1990 a 2000 tinham por objetivo preservar o arquivo "da melhor maneira possível para que não se esfacelasse nas goteiras e que não fosse comido pelos ratos, mas que tivesse uma boa destinação”.


Clique aqui para acessar os vídeos.