escort ankara
izmir escort kayseri escort gaziantep rus escort
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
porno
gaziantep escort gaziantep escort
porn pics
rokettube
sikis izle telefonda sex
Ir para o conteúdo principal
Memória da Educação Paulista » Memória Oral » Escola Caetano de Campos


Escola Caetano de Campos

“Caetanistas” são todos que tiveram relação com a Escola Normal de São Paulo (Escola Caetano de Campos). São alunos, professores, funcionários e toda a comunidade escolar, do período até 1977, que passaram pelos corredores do prédio da Caetano de Campos, quando esta estava na Praça da República. Estas pessoas que, com suas memórias, contribuem para entendermos a história da escola de formação de professores do Estado de São Paulo que desenvolveu os ideais republicanos.

Categorias
Pesquisar
Anita Waingort Novinsky – O Colégio Universitário da USP no prédio da Escola Caetano de Campos
0 K
No início da década de 1940, a Historiadora Professora Anita Waingort Novinsky foi aluna do Colégio Universitário da USP, na Seção que ficava no prédio da Escola Caetano de Campos. Em trechos de sua entrevista, destacados em três vídeos, percorremos os caminhos da perseguição antissemita da qual foi vítima e também da sua trajetória escolar: Colégio Porto Seguro; Grupo Escolar Rodrigues Alves; Escola Americana Mackenzie; Colégio Universitário da USP que a levou a ser pioneira nas pesquisas sobre a Inquisição no Brasil. Expressando memórias da cidade de São Paulo, destacando as amizades que estabeleceu com Colegas e Professores do Colégio Universitário da USP.  

Para assistir aos vídeos, clique aqui.
Beatriz Pereira de Queiroz e Maria Angélica de Lacerda Drumond: amigas Caetanistas
12 K

Em oito Clipes, Maria Angélica de Lacerda Drumond (nascida em 1919) e Beatriz Pereira de Queiroz (nascida em 1922), amigas desde os tempos de estudantes na Escola Caetano de Campos (Escola da Praça), compartilham conosco algumas de suas memórias como Caetanistas. Maria Angélica estudou na Escola Caetano de Campos entre 1931 e 1938 e depois frequentou o Curso de História e Geografia da USP, no prédio da Caetano de Campos. Beatriz iniciou os seus estudos no Jardim da Infância da Escola Caetano de Campos em 1927 e, posteriormente, realizou os Cursos Primário e Ginasial, concluído em 1939. Colegas, Professores, o Jardim da Infância, o Primário, o Ginasial, os Laboratórios e algumas Disciplinas, a Revolução de 1932, a Socióloga Maria Isaura Pereira de Queiroz, a USP e o reencontro depois de mais de 60 anos no Curso “Universidade Aberta à Maturidade” (na PUC-SP) são temas de suas narrativas.   

Para assistir aos vídeos, clique aqui.

Carlota Pereira de Queiroz pelos olhares de Beatriz Pereira de Queiroz e de José Pereira de Queiroz Neto
12 K

Pelas memórias de Beatriz Pereira de Queiroz e José Pereira de Queiroz Neto, sobrinhos de Carlota Pereira de Queiroz, conhecemos melhor a primeira Deputada Federal Constituinte do Brasil. Dela temos o pioneirismo na medicina, o protagonismo na Revolução de 1932, na participação em funções políticas e em pesquisas, que influenciam gerações de brasileiros. São indicadas suas relações com Armando Sales de Oliveira e com Maria Isaura Pereira de Queiroz.

Para assistir aos vídeos, clique aqui.

José Pereira de Queiroz Neto
12 K

José Pereira de Queiroz Neto é de uma família com diversos envolvimentos políticos, sociais e culturais. Destacamos que é neto do Patrono da E.E. Dr. José Pereira de Queiroz; sobrinho de Carlota Pereira de Queiroz, primeira Deputada Federal do Brasil; irmão de Maria Isaura Pereira de Queiroz, renomada Socióloga. Ficou por quase seis meses, durante os anos 1930, no Jardim da Infância da Escola Caetano de Campos. Seu relato enfatiza alguma disputa do Ginásio da Capital e o Colégio Estadual Presidente Roosevelt, escolas que frequentou, com a Escola Caetano de Campos. Em sua fala, apresenta com humor perspectivas diferentes aos que valorizam positivamente as vivências na Escola Caetano de Campos.

Para assistir aos vídeos, clique aqui.

Clarinda Mercadante de Lima
12 K

Clarinda narra com muita emoção e carinho sua experiência como professora e educadora na área de Biologia da Escola Caetano de Campos: no período de 1961 a 1977 no prédio da República; entre 1978 até 1998 no prédio da Aclimação. Após a sua aposentadoria, em 1989, a Professora Clarinda continuou ministrando aulas na Caetano de Campos, por ter consciência do valor e da necessidade de preservar o material do Laboratório. Se preocupou com o cuidado de tais objetos enquanto ocorria a mudança da Escola da Praça da República. Apresenta sua prática como Professora, atuando no Laboratório e em Feiras de Ciências. Sugere aos educadores da atualidade, a necessidade da construção de um museu que proporcione momentos de reflexão sobre uma escola diferente, especial e única.

Para assistir aos vídeos, clique aqui.

escort ankara
izmir escort kayseri escort gaziantep rus escort
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
istanbul escort
porno
gaziantep escort gaziantep escort
porn pics
rokettube
replica watches
sikis izle telefonda sex