Ir para o conteúdo principal
Memória da Educação Paulista » Memória Oral » Escola Caetano de Campos


Escola Caetano de Campos

“Caetanistas” são todos que tiveram relação com a Escola Normal de São Paulo (Escola Caetano de Campos). São alunos, professores, funcionários e toda a comunidade escolar, do período até 1977, que passaram pelos corredores do prédio da Caetano de Campos, quando esta estava na Praça da República. Estas pessoas que, com suas memórias, contribuem para entendermos a história da escola de formação de professores do Estado de São Paulo que desenvolveu os ideais republicanos.

Categorias
Pesquisar
Ernest Robert de Carvalho Mange
838 K
Ernest Robert de Carvalho Mange nasceu em São Paulo, em dezembro de 1922. Filho de pai suíço, engenheiro e professor da Escola Politécnica, e de mãe professora, ingressou no Jardim da Infância da Escola Modelo Caetano de Campos em 1927, onde cursou também o primário. Arquiteto e urbanista, participou da construção de várias escolas públicas nos anos 70 e também de várias unidades das Escolas Senai. Foi professor na Universidade de São Paulo. Como presidente da Emurb, Empresa Municipal de Urbanização, defendeu a preservação do prédio da Escola Caetano de Campos, ameaçada de demolição pelas obras do Metrô paulistano. Foi primeiro diretor superintendente e responsável pela elaboração da política cultural do Instituto Cultural Itaú. É artista plástico. 


Clique aqui para acessar o PDF.

José Luciano Miranda Duarte e Fernando Luciano Merli Do Amaral
282 K
Os Físicos José Luciano Miranda Duarte e Fernando Luciano Merli do Amaral, que estudaram na Caetano de Campos, relembram suas vivências na escola: as aulas de filosofia e ciências, os estudos práticos nos laboratórios, a influência do Professor de Física Osvaldo Laurindo nas suas carreiras profissionais, entre outras recordações.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Dorina Nowill
282 K
Duas entrevistas com a Professora Dorina de Gouvêa Nowill foram realizadas em 2009. Ela ficou cega aos 17 anos e logo em seguida, frequentou um curso regular na Escola Normal Caetano de Campos. Percebendo, naquela época, a carência de livros em Braille no Brasil, criou, com a participação de Adelaide Reis de Magalhães e mais seis outras normalistas da Escola Normal Caetano de Campos, a Fundação para o Livro do Cego no Brasil. A Professora Dorina de Gouvêa Nowill faleceu em 29/08/2010.


Clique aqui para acessar os vídeos.


José Eduardo De Melo Mafra Machado
282 K
José Eduardo de Melo Mafra Machado enriquece a entrevista com documentações de época. A narrativa de José Eduardo apresenta o cotidiano de sua vida escolar na Escola Caetano de Campos, onde estudou no período entre 1956 e 1966.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Marrey Luiz Peres Jr.
282 K
Marrey Luiz Peres Jr. relata por que escolheu a Escola Caetano de Campos. Apresenta, com bom humor, suas primeiras impressões e os “ícones” da escola. Estudou na escola de 1967 a 1973. 


Clique aqui para acessar os vídeos.

Kiyome Okamoto Kato
282 K
Conheça histórias da Professora Kiyome Okamoto Kato e o valor que apresenta ao ensino da Escola Caetano de Campos. Kiyome estudou na Escola Caetano de Campos entre os anos 1951 e 1953 e lecionou entre 1968 a 1982. 


Clique aqui para acessar os vídeos.

Virginia Bastos De Mattos
282 K
Virginia Bastos de Mattos estudou no Caetano de Campos, entre 1925 e 1936, quando Fernando de Azevedo o transformou em Instituto de Educação, vinculado à Universidade de São Paulo. Apresentando diversos documentos de época, Virginia revela seu amor pela Escola Caetano de Campos. 


Clique aqui para acessar os vídeos.

Augusto Cruz
282 K
O Sr. Augusto Cruz relembra os anos em que trabalhou na escola Caetano de Campos. É um olhar sobre peculiaridades do ensino nos primeiros tempos de seu trabalho e na época de sua aposentadoria.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Eduardo Silva
282 K
Na entrevista com o Ator e Professor Eduardo Silva - o "Bongô" do Castelo Rá-Tim-Bum - para o programa Memória Oral, gravado em 2010, ele narra alguns aspectos sobre a sua época de estudante na Escola Caetano de Campos e a importância que a professora Clarinda, de Biologia, teve na sua formação. Relembra o preconceito que sofreu ao entrar na Escola Caetano de Campos, em 1971, e apresenta o que pensa a respeito das cotas para negros nas universidades.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Denise de Oliveira
282 K
Uniforme de camisa branca, saia pregueada, meias brancas caneladas e tênis "conga" nos pés. O sino emblemático digno da cobiça dos alunos. Os diplomas, boletins e professores queridos da infância e adolescência. Na entrevista com Denise de Oliveira, que foi aluna do Colégio Caetano de Campos entre 1966 e 1972, temos mais um capítulo da memória da Escola Paulista. 


Clique aqui para acessar os vídeos.

Wilma Schiesari Legris
282 K
Wilma Schiesari estudou no Colégio Caetano de Campos entre 1957 e 1968. Ela lembra com carinho dos professores, das festas, das aulas de música e dos excelentes momentos vividos com os colegas.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Helga Ferreira Bennighauss
282 K
Helga Ferreira Bennighauss fala da sua relação com a Caetano de Campos, onde estudou de 1934 a 1943. Ela recorda de sua entrada na escola, das séries iniciais, do estudo no curso Normal e dos professores que marcaram sua vida.
Therezinha de Jesus Mercadante de Lima Almeida
282 K
Therezinha de Jesus Mercadante de Lima Almeida, aluna do Curso Normal da Caetano de Campos entre 1945 e 1948, recorda o ambiente escolar, a estrutura do prédio, as atividades dentro e fora da escola, seu trabalho como docente e diretora de escola no ensino público, a sua atuação em bibliotecas, sua dedicação às escolas e analisa o cenário educacional recente. 


Clique aqui para acessar os vídeos.

Rosa Maria de Moraes Biral
282 K
Rosa Maria de Moraes Biral, filha do professor de latim Mario Biral, foi aluna e professora da Caetano de Campos da Praça da República. Pertenceu ao primeiro grupo do Curso Clássico da escola e relembra com carinho os momentos mais marcantes de sua vida de estudante.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Ida Maria Santos Abrahão
282 K
Ida Maria Santos Abrahão relembra até os pequenos detalhes de seu tempo como aluna da Escola Caetano de Campos, entre 1953 a 1966, trazendo forte sentimento em suas memórias. 


Clique aqui para acessar os vídeos.

Mieka Fukuda
282 K
Lembranças de Mieka Fukuda do Curso de Especialização de Desenho Geral e Pedagógico no Instituto de Educação Caetano de Campos, entre 1959 e 1961, em que narra sua trajetória na opção em Educação pela Arte. A partir de sua trajetória, Mieka esboça aspectos de um quadro histórico do componente curricular de Arte. Destaca capacidades de Professores, vivências com o Diretor Raul Schwinden e com a Praça da República.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Elza de Castro Campos
282 K
Elza de Castro Campos foi aluna da Caetano de Campos de 1929 a 1941. Ela traz suas memórias sobre professores, amigos e o namoro daqueles tempos. No álbum de fotografias, as imagens de sua formatura e muitos registros da época.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Ricardo Sigolo
282 K
Ricardo Sigolo estudou na Caetano de 1958 a 1970. Nascido com glaucoma congênito, Sigolo narra com detalhes como foi sua alfabetização em braille, as relações com professores e amigos, algumas vivências no cotidiano escolar e descreve o espaço escolar.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Eneida Leme de Oliveira Sabaté
282 K
A Professora Eneida Leme de Oliveira Sabaté lecionou na Escola Caetano de Campos entre 1950 e 1980. Reconhecida por Caetanistas como referência no ensino de Matemática, algumas de suas memórias são apresentadas nestes quatro clipes: Lembranças de Estudante; Professora e Alunos; Lembranças do tempo de Professora e Práticas como Professora. 


Clique aqui para acessar os vídeos.

Jecy Netto de Azevedo Marques
282 K

Jecy Netto de Azevedo Marques foi aluna da Escola Caetano de Campos entre 1925 e 1928 e entre 1930 e 1932. Com ajuda de fotografias pessoais, recorda vivências no Jardim da Infância e no Primário, lembranças do prédio escolar, de antigos colegas, amigos e até do marido, que foi seu colega no Jardim da Infância. Também apresenta lembranças do Ginásio e do Colegial, cursos realizados em outras Escolas. Formada como Bibliotecária, atuou na Biblioteca Mário de Andrade.


Clique aqui para acessar os vídeos.

Patrícia Golombek
282 K
Patrícia Golombek estudou na Escola Caetano de Campo de 1969 a 1978. Ela relembra detalhes dos mobiliários, das portas, dos pisos e do Salão Nobre da escola. Narra a alegria do reencontro com a Professora Kiyome Okamoto Kato, a importância dos uniformes escolares, o valor cartilha, além da mudança da escola para o prédio da Aclimação.

 

Clique aqui para acessar os vídeos.