Ir para o conteúdo principal

Esta primeira edição de 2018 do curso para diretores de escola visa possibilitar aos participantes o desenvolvimento de planos de ação que considerem os dados contextuais  internos/cotidianos, processuais e externos) para promover a aprendizagem dos estudantes, a partir de competências/práticas que possibilitem aos participantes o exercício das atividades a seguir:

 
  • Transformar dados de avaliação em informações sobre as aprendizagens dos estudantes;
  • Analisar essas informações para reorientar a prática docente, considerando o papel dos diferentes educadores envolvidos;
  • Considerar e interpretar diversos insumos para melhorar a gestão pedagógica.

 

Ficou interessado? Então, conheça o curso:

A quem se destina:

Diretores de Escola Ingressantes do Concurso Público de 2017, conforme base CGRH de março e abril de 2018;

Benefícios:

  • Oferecer uma formação integrada e com foco na prática profissional, na avaliação e no acompanhamento da aprendizagem e nas ações de intervenção;
  • Proporcionar a melhoria contínua do ensino-aprendizagem, recontextualizada no âmbito da plataforma Foco Aprendizagem e de modo articulado às ações de implementação do Currículo do Estado de São Paulo;
  • Ter como foco o processo de ensino-aprendizagem-avaliação;
  • Possibilitar a reflexão sobre a ação educativa, tomando como base a prática e o calendário das escolas;
  • Resgatar as aprendizagens na proposição de planos de ação;
  • Promover novas rotinas, evidenciando as boas práticas vigentes na rede e incentivando o do uso de tecnologias a serviço do ensino-aprendizagem.

Cronograma:

  • Inscrições: automáticas, conforme base CGRH de março e abril de 2018, sem possibilidade de cancelamento e sem ônus.
  • Período de realização do curso: de 17 de abril a 07 de junho de 2018.
Modalidade:
A distância, em formato de estudos autônomos no Ambiente Virtual de Apren¬dizagem da EFAP.

Carga Horária:
30 horas divididas em 3 módulos:

Módulos:

Módulo I – O que os resultados das avaliações apontam das aprendizagens dos estudantes?

Conteúdo:

  • O que é um dado, até que ponto representa uma realidade, quais os parâmetros para sua definição.
  • Composição dos atuais sistemas de avaliação e sua abordagem na plataforma Foco Aprendizagem.
  • O que os dados da avaliação apontam sobre os resultados do fluxo escolar.
  • Protocolos de acompanhamento.
  • Possíveis estratégias e ações, no que tange às áreas pedagógicas e de gestão, que podem ser encaminhadas a partir das análises anteriores.
Carga Horária:
10 horas

Módulo II – Como desenvolver habilidades?

Conteúdo:

  • Diretrizes gerais e premissas do Currículo (pautado em competências e habilidades).
  • A utilização dos materiais de apoio ao Currículo e a organização de sequências didáticas/atividades para o desenvolvimento de habilidades.
Carga Horária:
10 horas

Módulo III – Como propor ações para o desenvolvimento das habilidades necessárias

Conteúdo:

  • Portarias/resoluções da Secretaria no que tange às estratégias de recuperação.
  • Materiais de apoio às ações de recuperação.
  • Estratégias e instrumentos de gestão e monitoramento das ações de intervenção e recuperação.
  • Planos de ação.
  • Indicadores e instrumentos para a avaliação de todo o processo de concepção e implementação do plano de ação para a estruturação de novas rotinas que potencializem as aprendizagens esperadas.
  • Publicação e compartilhamento de experiências.
Carga Horária:
10 horas

Certificação:

Para fins de certificação serão considerados dois itens:

    1. Realizar no mínimo 75% das atividades do curso. Como o curso é composto por três módulos é necessário realizar todas as atividades avaliativas do curso para ser aprovado(a).
    2. Obter no mínimo 51% de aproveitamento das atividades avaliativas propostas no curso
  • Os certificados serão emitidos pela EFAP, após o término do curso e respectiva homologação em DOE.
  • O cursista apenas será certificado se completar a carga horária e avaliações determinadas neste plano de curso.
  • O cursista poderá utilizar o certificado do curso para a evolução funcional pela via não acadêmica, de acordo com a legislação vigente para seu quadro de atuação.