Ir para o conteúdo principal

Especiais

mai 8

Written by: admespeciais
08/05/2014 16:16  RssIcon

Conheça a cidade-sede que tem gosto de camarão, 300 dias de sol por ano e o ar mais puro das Américas. O nosso destino da semana é Natal-RN!

"O melhor do Brasil é o brasileiro", já dizia Luís da Câmara Cascudo, um dos mais importantes escritores e folcloristas do país. Nascido em Natal, entre o rio e o mar, Câmara Cascudo viveu por lá toda a sua vida, entre 1898 e 1986. E qual é o potiguar que se arriscaria a deixar um dos mais bem localizados territórios do mundo?

Foi assim que Natal foi considerada pelo Departamento de Guerra dos EUA, em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial. Por ser a "esquina do continente" e estar mais próxima da África, da Europa e dos Estados Unidos, a capital do Rio Grande do Norte serviu para os norte-americanos construírem a base naval de Parnamirim, chamada de "Trampolim da Vitória".

FICA A DICA
Luís da Câmara Cascudo escreveu 31 livros sobre o folclore nacional. O mais importante deles é o Dicionário do Folclore Brasileiro, de 1954, com verbetes sobre lendas, mitos, superstições, indumentária, santos, bebidas e comidas tradicionais da cultura do Brasil.

Naquela época, a cidade potiguar tinha 55 mil habitantes e recebeu mais de 10 mil soldados das tropas aliadas. Além da localização estratégica, Natal tem o segundo mar mais salgado do mundo, perdendo só para o Mar Morto, e o ar mais puro das Américas, de acordo com a Nasa.

Tudo isso chamou a atenção não só dos norte-americanos: a região foi a mais disputada do Brasil desde 1500, pelos índios, franceses, portugueses e holandeses.

Toda essa mistura de etnias ainda está presente em Natal. Inclusive, não se sabe ao certo de onde veio o nome forró, se do inglês "For All", que significa "Para Todos", ou se de "forrobodó", que pode ter vindo do francês, conforme explica a Enciclopédia da Música Brasileira: erudita, folclórica, popular.

O forró é o ritmo nordestino que embala os passeios nas dunas de Genipabu, os mergulhos em Maracajaú, e o sol na praia da Pipa. É a trilha sonora de quem vai à cidade para comer camarão – e é isso o que significa potiguar: comedor de camarão. E é com gostinho de caju colhido do maior cajueiro do mundo, que também fica por lá, que Natal se prepara para receber a Copa do Mundo de 2014.

Natal em números

853.928 habitantes
300 dias de sol por ano
725 escolas
8.321 professores
400 km de praia
20 km de rio

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Especiais

Busca em Especiais: