Ir para o conteúdo principal

Especiais

out 14

Written by: admespeciais
14/10/2013 12:01 

Uma escada pode ser o Monte Everest. Uma guia na calçada, um precipício. Atravessar uma rua, um perigo. Pedir uma informação, impossível. O que parece simples para alguns, não é para outros. E para lembrar as lutas de portadores de deficiência pela inclusão social, foi criado em 21 de setembro de 1982, o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência.


» Leia a entrevista com a professora Tânia Regina
. Deficiente visual desde os 19 anos, ela leciona em salas de recursos de escolas estaduais e ajuda alunos com deficiência visual.

No Brasil, 24% da população possui alguma deficiência, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São 45,6 milhões de pessoas com alguma limitação visual, auditiva, motora ou intelectual.

FICA A DICA
O Guia de Acessibilidade Cultural – SP traz informações sobre diversos equipamentos culturais divididos por região da capital paulista. É possível saber como teatros, museus, cinemas, centros culturais, casas de shows e bibliotecas estão preparados para receber pessoas com deficiência.

Mesmo tão numerosos, esses brasileiros ainda precisam martelar a tecla da acessibilidade para garantir direitos básicos, como trabalhar e se divertir. Muitos espaços ainda não estão preparados para recebê-los.

Para comemorar a data, fizemos uma lista com alguns equipamentos culturais cidadãos, que estão adaptados e que se preocupam em fazer os portadores de deficiência se sentirem incluídos e iguais na cidade de São Paulo.

Pinacoteca do Estado

A Galeria Tátil da Pinacoteca do Estado apresenta uma exposição com doze esculturas, em bronze, que podem ser tocadas à vontade por deficientes visuais. Elas apresentam uma diversidade estética na dimensão, na forma e na textura.

Ainda há outros recursos de apoio, como fôlder e catálogo em braille e um audioguia. O percurso possui piso tátil para mais autonomia do público. Visitas orientadas podem ser agendadas pelo telefone (11) 3324-0945.
» Acesse o site

Memorial da Inclusão

Em um dos prédios do Memorial da América Latina funciona o Memorial da Inclusão, que realiza exposições permanentes, bimestrais e itinerantes, por todo o Estado de São Paulo. A exposição "Os Caminhos da Pessoa com Deficiência" reúne seiscentos documentos que contam histórias da luta do movimento social da pessoa com deficiência. São manuscritos, fotos, objetos, testemunhos e outros materiais que compartilham o que já foi conquistado e reivindicam o que ainda falta.

O Memorial da Inclusão recebe visitas de escolas e grupos e fornece transporte, desde que agendado previamente pelos telefones: (11) 5212-3764 e (11) 5212-3810. Pelo site www.memorialdainclusao.sp.gov.br é possível navegar virtualmente pela exposição.

Tags:

Busca em Especiais: