Ir para o conteúdo principal

Radar Cultural - Capital e Grande São Paulo

abr 24

Written by: admradar
24/04/2017 18:28  RssIcon

Dizem que quem vive de passado é museu. Mas a verdade é que os museus não pararam no tempo e também estão acompanhando a evolução tecnológica.

FICA A DICA

No canal do YouTube da IBM Brasil tem um vídeo explicando melhor a proposta do projeto “A Voz da Arte”. Assista aqui!

Imagine fazer um passeio a um museu e poder bater um papo com uma obra de arte. Apesar de parecer algo futurístico, isso já é possível graças à computação cognitiva. E quem visitar a Pinacoteca poderá vivenciar essa experiência.

Em parceria com a IBM Brasil, a instituição criou o projeto “A Voz da Arte”, que, por meio da inteligência artificial, torna possível que o visitante interaja com sete obras do acervo da Pina. A iniciativa inédita no país surgiu com a proposta de despertar a curiosidade do público sobre o que pode estar por trás das obras, estimulando para que as pessoas conheçam melhor as peças e seu contexto histórico.

A visita com a tecnologia é simples e intuitiva. Na entrada, o visitante recebe um smartphone com fone de ouvido e o aplicativo mobile do projeto. Ao andar pela instituição, receberá notificações sobre a proximidade de obras interativas e será estimulado a fazer perguntas sobre aquela obra. Toda a interação é realizada por áudio e voz, em português. Deficientes auditivos também podem participar da experiência, por meio de conversa escrita (chat).

Para mais informações, acesse o site.

Onde: Pinacoteca
Praça da Luz, 02 - Luz - São Paulo - SP
Quando: até 05/06
Contato: (11) 3324-1000
Horário: Quarta a segunda, das 10h às 17h30, com permanência até as 18h.
(Entrada gratuita aos sábados)


SAIBA MAIS

Você sabia que 70% dos brasileiros nunca foram a um museu ou a um centro cultural? Os dados são do Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, em levantamento realizado em 2010. Com base nessa estatística nasceu o projeto “A Voz da Arte”, que utiliza a computação cognitiva como ferramenta para permitir aos visitantes uma experiência diferente e contribuir para o interesse dos brasileiros pela arte. Considerada a Terceira Era Computacional, a computação cognitiva pode auxiliar na solução de problemas complexos, já que seus sistemas reproduzem com certa semelhança a forma humana de pensar, agir, interagir e aprender.

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Radar EFAP

Busca no Radar Cultural - Capital: