Ir para o conteúdo principal

Radar Cultural - Capital e Grande São Paulo

out 2

Written by: admradar
02/10/2015 09:36  RssIcon

Se você, professor, sempre achou que o Parque do Ibirapuera é “apenas” um parque, a boa notícia é que lá você também pode encontrar mais de 6 mil obras produzidas por autores brasileiros e estrangeiros, a partir do século XVIII. São pinturas, gravuras, fotografias e outros itens que abordam temas como a religião, o trabalho e arte, e ficam no Museu Afro Brasil. O espaço de 11 mil m² tem o objetivo de promover o reconhecimento, a valorização e a preservação das culturas brasileira, africana e afro-brasileira, com atividades dedicadas a você.

FICA A DICA
Conheça o projeto “Oficina Cultural de Arte Afro-Brasileira”, da EE Francisco de Assis, em Campinas. A iniciativa foi destaque na coluna “No Interior da Escola”, do site da EFAP, e aborda a identidade cultural africana, a partir da confecção de bonecas Abayomi.

O Programa de Formação de Professores aproveita as temáticas abordadas pelo acervo e pelas mostras temporárias, permitindo o aprofundamento de reflexões teóricas. As atividades também pretendem contribuir com a prática docente para a implementação da Lei 10.639, que torna obrigatório o ensino sobre “História e Cultura Afro-Brasileira” nos estabelecimentos de Ensino Fundamental e Ensino Médio, oficiais e particulares.

A agenda conta com palestras, mediações, oficinas e visitas orientadas. Além disso, são realizados encontros com educadores do museu. Eles têm duração de duas a três horas e acontecem em um sábado do mês. Já o encontro com professores tem duração de oito horas e é realizado mensalmente. O próximo está marcado para o dia 17/10, às 10h30, e discutirá o tema “História e Memória”. Para participar é preciso fazer a inscrição pelo e-mail eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br. Essas reuniões são desenvolvidas em parceria com o Núcleo de Educação Étnico-Racial, da Secretaria Municipal de Educação.

O Museu Afro Brasil funciona de terça-feira a domingo, das 10h às 17h.

Para mais informações, acesse: www.museuafrobrasil.org.br

SAIBA MAIS
Sancionada em 9 de janeiro de 2003, pelo então presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, a Lei 10.639 apresenta ainda um artigo que inclui no calendário escolar o dia 20 de novembro como “Dia Nacional da Consciência Negra”.

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Radar EFAP

Busca no Radar Cultural - Capital: