Ir para o conteúdo principal

Radar Cultural - Capital e Grande São Paulo

set 3

Written by: admradar
03/09/2015 16:02 

Imagine quantas espécies podem viver em uma área de 5.500.000 km². E quantas histórias e conflitos permeiam uma região rica em biodiversidade: a Amazônia.

Para conhecer as pessoas que constroem a identidade cultural da Floresta, não é preciso sair da capital paulista. Basta uma ida ao Sesc Bom Retiro, onde está em cartaz a exposição “Amazônia Ocupada”.

FICA A DICA
O agendamento de grupos deve ser feito pelo e-mail:
agendamento@bomretiro.sescsp.org.br
As visitas acontecem de terça a sexta, das 9h às 20h.

Resultado de nove viagens feitas pelo fotógrafo João Paulo Farkas, entre 1984 e 1993, a mostra apresenta a ocupação do território amazônico. Além de 75 fotos sobre o tema, há a exibição de um vídeo com depoimentos dos fotógrafos Pedro Martinelli, Claudia Andajur, Edu Simões e do próprio João Paulo Farkas. Todos esses profissionais registraram a Amazônia e compartilham das mesmas influências estéticas. Além de comparar suas técnicas e linguagens, os fotógrafos criam um diálogo entre os trabalhos. Há declarações também do jornalista Ricardo Lessa – que acompanhou Farkas em grande parte das viagens – e da antropóloga a historiadora Lilia Schwarcz.

O interesse de João Paulo Farkas pela Amazônia surgiu ainda na infância, quando esteve no local com a família. Tudo lhe chamou a atenção: as pessoas, as feiras e mercados, com suas frutas e peixes. A região já havia sido registrada também pelo seu pai, o fotógrafo e diretor de cinema Thomaz Farkas. Mas foi o convite de alguns garimpeiros de ouro e cassiterita que deu origem à “Amazônia Ocupada”. Esses trabalhadores queriam mostrar a realidade vivida por eles e, para isso, abriram os garimpos fechados para serem fotografados. Ao observar a realidade local, a pesquisa continuou e várias frentes de ocupação foram visitadas.

Confira a exposição até 1º de novembro. A entrada é gratuita.

Para mais informações, acesse: www.sescsp.org.br/bomretiro.

SAIBA MAIS
Um terço das árvores do mundo fica na Amazônia, além de 20% das águas doces. Em 1966, a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) delimitou a Amazônia por uma área chamada “Amazônia Legal”. Ela abrange 59% do território brasileiro e abriga 12,3% da população brasileira.

Tags:

Busca no Radar Cultural - Capital: