Ir para o conteúdo principal

Radar Cultural - Capital e Grande São Paulo

jun 25

Written by: admradar
25/06/2015 14:40 

Já pensou se fosse possível entrar em uma câmera fotográfica para entender exatamente como ela funciona? Com a ideia de proporcionar essa experiência aos curiosos, foi criado o projeto Observatório.

FICA A DICA
Para participar de qualquer atividade, mesmo gratuita, será necessária a retirada de ingresso na bilheteria com uma hora de antecedência, porque o número de participantes por evento é limitado.

Um container foi transformado em uma grande máquina, em proporções humanas, com o objetivo de revelar ao público os fenômenos envolvidos na formação da imagem. Mas a proposta vai além de desvendar o interior de uma câmera. Para possibilitar novas descobertas sobre a arte de fotografar, também serão desenvolvidas diversas atividades gratuitas, como oficinas, cursos, aulas abertas, demonstrações, bate-papos com fotógrafos e outras vivências.

Confira algumas das atividades:

Aula aberta | Retratos no Observatório

Os fotógrafos Edison Angeloni e Elizabeth Lee apresentarão a grande câmera obscura e os participantes poderão produzir seus próprios retratos.

Aula aberta | Pinhole na Lata

Os fotógrafos Maurício Silva e Luciana Castilho contextualizarão o surgimento da fotografia e apresentarão os princípios técnicos. E ainda, ensinarão como construir uma câmera fotográfica com uma lata e o processo químico para a origem da imagem.

Visitação | Câmera Obscura

Visita guiada à Câmera Obscura e demonstração da grande câmera fotográfica.

O projeto ficará disponível para visitação até o dia 12 de julho, no Sesc Ipiranga. Porém, algumas oficinas acontecerão até o dia 9 de agosto. A maioria das atividades é gratuita. Consulte a programação completa e suas especificações, acessando o site.

SAIBA MAIS
Durante muitos anos, o francês Louis Daguèrre ficou conhecido como o “criador” da fotografia. Por meio de uma chapa revestida com prata e sensibilizada com iodeto de prata e vapor de mercúrio, Louis conseguiu registrar algumas imagens. Sua grande invenção – batizada de daguerreótipo – foi apresentada no dia 19 de agosto de 1839, na Academia Francesa de Ciências. O evento foi tão marcante que virou data comemorativa, celebrada até hoje como o Dia Internacional da Fotografia. Mas o verdadeiro pai da fotografia foi Joseph Nicéphore Niépce, companheiro de pesquisas de Louis, que fez a primeira foto em 1826.

No entanto, podemos dizer que a fotografia não é obra de apenas uma única pessoa. Ao longo dos anos, muitos contribuíram com diversos conceitos que, por fim, resultaram na fotografia como conhecemos hoje.

Tags:

Busca no Radar Cultural - Capital: