Ir para o conteúdo principal

Radar Cultural - Capital e Grande São Paulo

abr 23

Written by: admradar
23/04/2015 14:56 

“Não discuto com o destino. O que pintar, eu assino.”

Os versos de Paulo Leminski (1944-1989) comprovam o quão versátil era a sua personalidade. Escritor, tradutor, jornalista, professor, publicitário... Engana-se quem pensa que a lista acaba por aqui. Conhecido principalmente por sua poesia, o curitibano era apaixonado pelas artes em geral. Um curioso pela vida.

FICA A DICA
No dia 25 de abril, às 16h, o auditório da Caixa Cultural São Paulo recebe a palestra “Leminski, o carnavalizador de Curitiba”. Ela será comandada por Ivan Justen Santana, mestre em Letras pela USP. O tema do encontro são as biografias escritas por Leminski.

Para ampliar o conhecimento do público sobre a obra do artista, a Caixa Cultural São Paulo apresenta a mostra “Múltiplo Leminski”. A exposição conta com painéis, fotos, vitrines, vídeos, espaços cênicos, discos, poesias escritas em guardanapos, reproduções de grafites, histórias em quadrinhos, entre outros itens.

A máquina de escrever – cúmplice de ideias e facilitadora da produção literária de Leminski – tem destaque no local, que abriga também livros de sua autoria e títulos traduzidos. A relação com a música, como letrista e compositor, é relembrada por meio de LPs, CDs e fitas cassetes.

Uma escrivaninha que pertenceu ao artista pode ser vista na “Usina Leminski”, espaço que reproduz seu antigo escritório. Do acervo particular da família estão disponíveis ainda dicionários em várias línguas, cadernos, recortes de jornais e entrevistas.

Pensando no público infantojuvenil, a mostra propõe atividades lúdicas, que fazem referências aos livros “Guerra Dentro da Gente” e “Lua no Cinema”. O primeiro resultou na animação Belowars, que é exibida durante a visitação. Da parceria entre Leminski e Guilherme Arantes, as músicas “Pirlimpimpim” e “Xixi nas Estrelas” prometem embalar a criançada.

“Múltiplo Leminski” já passou por Curitiba, Foz do Iguaçu, Goiânia e Recife. A coordenação geral do projeto é de Áurea Leminski, filha do homenageado.

Confira até 3 de maio. A entrada é gratuita!

Para mais informações, acesse aqui.

SAIBA MAIS
Paulo Leminski escrevia haicais, pequenas poesias com métricas e moldes orientais. Para desenvolver a prática, estudou a língua e cultura japonesas. Além disso, ele foi judoca e professor dessa arte marcial.

Casado por 20 anos com a poetisa Alice Ruiz, Leminski teve três filhos: Miguel Ângelo, Áurea e Estrela Ruiz Leminski. O primeiro faleceu aos 10 anos de idade, vítima de um linfoma.

Paulo Leminski morreu aos 45 anos de idade, devido a uma cirrose hepática.

Tags:

Busca no Radar Cultural - Capital: