Ir para o conteúdo principal

Radar Cultural - Interior

abr 18

Written by: admradarint
18/04/2016 07:00  RssIcon

Fina Camada“Os livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas.” Você concorda com Mario Quintana?

Na mesma linha de pensamento do poeta brasileiro, a exposição “Meu Querido Inimigo” pretende ressaltar a importância dos livros e dos seus leitores para a transformação do mundo em um lugar melhor para todos.

FICA A DICA

Professor, que tal agendar uma visita com a sua turma? As reservas de escola devem ser feitas pelo telefone (15) 3388-0414, de segunda a sexta, das 9h às 17h, com Maria Elídia Athayde Amorim.

A mostra contempla 16 painéis com imagens de livros infantis internacionais e mais de 40 títulos em português. Todas as obras abordam temas como guerra, violência e preconceito – e têm em comum a mensagem de que a tolerância é o caminho para uma vivência pacífica entre as diferentes culturas existentes no mundo.

A exposição literária foi lançada em 1994 pela Biblioteca Juvenil Internacional de Munique, na Alemanha. E desde 1999 percorre diversos países, apresentando livros de distintos gêneros e origens, com a proposta de motivar os visitantes a refletirem a respeito dos temas que envolvem a paz e os problemas que a ameaçam.

Aproveite que a entrada é gratuita!

Onde: Sesi Sorocaba
R. Duque de Caxias, 494 - Mangal - Sorocaba - SP
Horário: Segunda a sexta, das 9h às 20h. Sábados, domingos e feriados, das 9h às 17.

SAIBA MAIS

Após a Segunda Guerra Mundial, a jornalista alemã Jella Lepman resolveu juntar livros infantis e oferecê-los para as crianças que haviam perdido tudo na guerra, inclusive suas famílias, acreditando que a leitura serviria como refúgio da realidade e fonte de esperança. A ideia tomou uma proporção maior e, em 1949, fundou em Munique, na Alemanha, a Biblioteca Juvenil Internacional, conhecida por lá como Internationale Jugendbibliothek. Em 1983, os livros ganharam um espaço maior e foram transferidos para o Castelo de Blutenburg, localizado em uma cidade da Alemanha que leva o mesmo nome do castelo. O espaço funciona até hoje e a instituição é considerada a maior biblioteca juvenil do mundo – com um acervo de 700 mil títulos, em mais de 130 idiomas, incluindo obras históricas publicadas entre 1574 e 1950. Promovendo diálogo entre culturas e valores de tolerância, a instituição tem como objetivos colecionar e catalogar o melhor da leitura infantojuvenil mundial. Conheça melhor essa história e a biblioteca acessando o site.

Tags:
Categories:

Busca em Cursos Encerrados