Ir para o conteúdo principal

Radar Cultural - Interior

jan 11

Written by: admradarint
11/01/2016 12:20  RssIcon

Fina CamadaNos anos 80, nasceu como personagem de uma tirinha de jornal. Depois, ganhou espaço como protagonista em diversos livros infantis. Hoje, virou tema de uma exposição itinerante e tem conquistado o público por onde passa. Já ouviu falar da Bruxinha Atrapalhada?

Criada pela escritora e ilustradora Eva Furnari, a bruxinha Zuzu foi a grande inspiração para a exposição “Otrapalhaçãa”, concebida e produzida pelo Sesc Ribeirão Preto. Com a proposta de aproximar os leitores do universo mágico idealizado pela autora, foi construído um ambiente lúdico com recursos cenográficos e tecnológicos.

Além de conhecer alguns personagens, ilustrações originais e ter oportunidade de ler os livros publicados pela Eva, o público é convidado a participar de uma missão: desfazer a grande atrapalhação feita por Zuzu – que ficou encarregada de cuidar da cenografia da exposição, atrapalhou-se inteira e causou uma verdadeira confusão; e ainda por cima perdeu sua varinha. De maneira interativa, a visita proporciona contato direto com o estilo da autora, que em suas obras faz uso de paródias, trocadilhos, metalinguagem, sempre de forma bem-humorada e nonsense

FICA A DICA

Professor, que tal agendar uma visita com seu grupo de alunos? Entre em contato com a equipe do Sesc pelo
e-mail:
agendamento@santos.sescsp.org.br

»Leia entrevista com Eva Furnari, ilustradora e escritora ítalo-brasileira.

Depois de percorrer diversas unidades do Sesc, agora pode ser vista em Santos. A visita é aberta ao público e gratuita.

Quando: até 27/12 (de terça a sexta, das 10h às 21h30; e sábado e domingo, das 10h às 18h30) 

Onde: Sesc Santos
Rua Conselheiro Ribas, 136 - Aparecida - Santos

SAIBA MAIS

Eva Furnari nasceu em Roma, na Itália. Dois anos depois, sua família resolveu se mudar para o Brasil. Cresceu na nova pátria e até hoje mora por aqui, na cidade de São Paulo. Formou-se em Arquitetura e Urbanismo, pela USP. Depois da graduação, lecionou Artes no Museu Lasar Segall. No começo da década de 80, descobriu sua vocação para ilustrar e escrever livros infantis, e é o que faz até hoje. Com quase 35 anos de carreira, coleciona vários prêmios, mais de 60 livros publicados, tirinhas para jornais, animações para TV, e muitas de suas histórias também viraram peças de teatro. Além de conquistar os brasileiros, suas obras já foram publicadas para pré-leitores do México, Equador, Guatemala, Bolívia e Itália.

Tags:
Categories:

Busca em Cursos Encerrados