Ir para o conteúdo principal

Eu Indico

abr 17

Written by: admindico
17/04/2018 14:17  RssIcon

Em uma época na qual o computador ainda nem existia e em um momento em que a guerra fria motivava os Estados Unidos a investir na corrida pelo espaço, a Nasa usa mulheres como computadores.

O livro “Estrelas Além do Tempo”, de Margot Lee Shetterly, narra a história delas. São mulheres negras que amam a Matemática e a Ciência. Elas tiveram que desbravar esse terreno masculino e encontrar o seu espaço. Notem que desde então o percentual de mulheres na informática tem diminuído.

 

Quando pensamos em Física no Brasil, lembramos de nomes, todos masculinos. Esse projeto resgata a história das precursoras da Física no Brasil. Inicia com um relato de grandes físicas internacionais e conta então a história das brasileiras, muitas das quais, além do preconceito, enfrentam a ditadura militar. É o resgate da nossa história contada por ex-alunos(as) e admiradores(as) das pesquisadoras.

Alessandra Abe Pacini é brasileira e trabalha em Ciência Espacial no observatório de Arecibo. Ela escreveu quatro livros para jovens de 9 a 13 anos, respondendo a perguntas sobre o espaço. As personagens são jovens e curiosas. Os livros da coleção “Girls in the Space” estão para serem lançados em pelo menos três idiomas.

 

Marcia Cristina Bernardes Barbosa é professora titular de Física da UFRGS, diretora da Academia Brasileira de Ciências e membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República. Foi vencedora dos prêmios Loreal e Unesco de Mulheres nas Ciências – Física e o prêmio Claudia em Ciências em 2013. Tem atuado em questões de gênero na Ciência, trabalho pelo qual ganhou em 2009 a Nicholson Medal, dada pela American Physical Society.

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Eu Indico

Busca no Eu Indico: