Ir para o conteúdo principal

Eu Indico

jun 30

Written by: admindico
30/06/2014 18:09  RssIcon

“Quando é Dia de Futebol” – Carlos Drummond de Andrade, Cia. das Letras

Um passeio por nove Copas do Mundo: de 1954, na Suíça, até a de 1986, no México, feito por ninguém menos do que Carlos Drummond de Andrade. Os textos, publicados em sua maioria nos jornais Correio da Manhã e Jornal do Brasil, onde Drummond era dono de uma coluna, foram selecionados por Luís Maurício e Pedro Augusto Graña Drummond, netos do poeta. São crônicas e poemas do escritor, que era fã dos grandes craques, como Pelé e Garrincha. O livro foi publicado em 2002 e acaba de ganhar nova edição.

“Entre as Quatro Linhas: Contos sobre Futebol” – Luiz Ruffato, Editora DSOP

É uma coletânea de textos selecionados de maneira cuidadosa por Luiz Ruffato, que tem como fio condutor a paixão bela bola. O livro reúne contos criados por quinze nomes da literatura contemporânea que foram convidados a escrever histórias sobre futebol. O resultado é a reunião de um time de primeira, como Cristóvão Tezza, Eliane Brum, Flávio Carneiro e Tatiana Levy, e contos curiosos e divertidos sobre futebol.


“Anatomia de uma Derrota” – Paulo Perdigão, Editora L&PM

É o maior clássico sobre a derrota da Seleção Brasileira para o Uruguai, no Mundial de 1950, no Maracanã, durante a primeira Copa do Mundo disputada no Brasil. O chamado “Maracanazo”, termo criado pelos uruguaios, foi reconstituído pelo autor Paulo Perdigão, que apresenta a narração do jogo, o depoimento dos jogadores e o significado da fatídica derrota que marcou a vida brasileira no século XX. O livro, considerado um dos melhores de 1985, ano de sua publicação, volta ao mercado em forma de e-book.

“Histórias do Flamengo” – Mario Filho, Editora Mauad

Escrito pelo inventor da mística do “fla-flu”, o livro conta a história do Club de Regatas do Flamengo desde o seu nascimento, passando pela infância do clube, casos sobre o Fluminense, o Vasco, o Botafogo, e histórias de flamenguistas “doentes”, como o escritor José Lins do Rêgo e o locutor e compositor Ary Barroso. A primeira edição da obra, considerada um dos clássicos do futebol, é de 1945.

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Eu Indico

Busca no Eu Indico: