escort ankara
izmir escort kayseri escort gaziantep rus escort
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
istanbul escort
porno
gaziantep escort gaziantep escort
porn pics
rokettube
replica watches
sikis izle telefonda sex
Ir para o conteúdo principal ankara escort çankaya escort ankara escort çankaya escort ankara rus escort çankaya escort istanbul rus escort eryaman escort ankara escort kızılay escort istanbul escort ankara escort istanbul rus Escort atasehir Escort beylikduzu Escort

Notícias

mar 10

Written by: adm
10/03/2021 13:49  RssIcon

Plataforma para práticas de uso responsável da internet lança segunda chamada.

10 de Março de 2021

Com o objetivo de promover a cidadania digital por meio de boas práticas educativas, a plataforma Pilares do Futuro tem inscrições abertas, até 09/05, para registros de atividades pedagógicas relacionadas ao uso responsável, seguro e consciente da internet.

Pilares do Futuro remete aos 4 pilares da educação da UNESCO. São eles: aprender a aprender, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. Esses princípios também inspiraram as chamadas competências socioemocionais e as competências gerais da BNCC.

A plataforma foi lançada em agosto de 2020 e é um recurso educacional aberto (REA), gratuito e de código aberto. A iniciativa é uma parceria do Instituto Educadigital com a UNESCO Representação Brasil, a Cátedra UNESCO em EaD, que fica na Universidade de Brasília, o Instituto Unibanco e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), entidade ligada ao Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

Entre os temas abordados nos projetos compartilhados na plataforma estão: cyberbulling, proteção de dados, direito autoral, saúde emocional e física na internet, inteligência artificial, fake news, democracia, liberdade de expressão e superexposição de imagens.

Para a segunda chamada, o comitê curador conta com novos participantes, como o educador português Tito de Morais, fundador do Projeto Miúdos Seguros na Net, e as professoras Michelle Freitas e Janaína Rozário, que registraram práticas na Pilares na primeira chamada em 2020.

Segundo Priscila Gonsales, diretora do Educadigital, a curadoria tem o papel de apoiar e trazer sugestões para a melhoria da prática, como uma orientação e não como uma avaliação.

“Falar em ‘pilar’ também remete a base, alicerce, tudo aquilo que desejamos, para uma educação de qualidade. Há anos diversos materiais disponíveis sobre cidadania digital, mas ainda é muito desafiante para os professores trabalharem essa temática em sala de aula, precisávamos de referências de práticas concretas”, explica a educadora Rosa Lamana, uma das idealizadoras da iniciativa.

De acordo com a pesquisa TIC Educação 2019 do CGI.br, 57% dos professores de escolas públicas e 75% de escolas privadas gostariam de mais orientações sobre como trabalhar com os alunos o uso seguro, consciente e responsável da internet. Entre os participantes do levantamento, 39% já ajudaram algum aluno a enfrentar situações como bullying, discriminação, assédio e disseminação de imagens sem consentimento na internet.

  A quem se destina:
Profissionais da Educação.
  Inscrições:
A segunda chamada receberá inscrições até o dia 09/05.
 
Informações:
Acesse aqui.

Tags:
Categories:

Busca de Notícias

ankara escort bayan
papaz buyusu
istanbul escort maltepe escort old sex women boy to boy xxx nude
ankara escort
bonusal
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
replica watches
porn pics