Ir para o conteúdo principal
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
agri escort elazig escort
escort alanya
ankara escort
bonus veren siteler
makale ozgunluk testi
huluhub.com
Luxury replica watches
www.copeland.club
old sex women boy to boy xxx nude

Notícias

jan 13

Written by: adm
13/01/2020 16:57  RssIcon

EFAPE irá receber 52 integrantes para reforçar suas equipes de formadores e técnicos

13 de Janeiro de 2020

Caroline Araújo veio de Balbinos, interior de São Paulo. Até o final de 2019 era professora coordenadora da Escola Estadual Antônio Sanches Lopes, e agora integra o Departamento de Recursos Didáticos e Tecnológicos de Ensino a Distância, da EFAPE.

“A EFAPE é uma referência para a gente, um grande passo e novo desafio profissional. Aqui é como se fosse uma startup da educação!”

Caroline foi uma das 954 pessoas que se candidataram para o processo seletivo, aberto ano passado pela EFAPE, em conjunto com a Coordenadoria Pedagógica – COPED.

Professores de diferentes componentes curriculares e profissionais com funções de gestão pedagógica e administrativa puderam participar.

O objetivo da seleção foi atrair servidores talentosos e com vontade de contribuir para o desenvolvimento de políticas educacionais da SEDUC-SP, como a implementação do Currículo Paulista, a flexibilização curricular para o Ensino Médio e Educação Integral para todos.

“Eu não queria ficar de fora desse movimento da educação atual e não imaginava a dimensão dessa Rede, até vir para cá. É um misto de encantamento com desafios”, declara Tânia Nunes. Há 17 anos na Rede, passou por diferentes cargos e funções na Diretoria de Ensino Leste 4, e agora é parte da equipe da Unidade de Cooperação Técnica e Pesquisa, da EFAPE.

Para Cristina Mabelini, coordenadora da EFAPE, receber os novos integrantes irá enriquecer a formação dos profissionais da Educação, aproximando-a mais e mais das necessidades da Rede.

Processo seletivo

O processo seletivo foi composto por três etapas progressivas, sendo a primeira uma análise dos currículos enviados pelos candidatos; a segunda, a produção de um texto no Ambiente Virtual de Aprendizagem da EFAPE, contando sobre sua trajetória profissional; e a última etapa, uma entrevista presencial para os que moram em São Paulo e via videoconferência para os profissionais de diretorias de ensino distantes da capital. As conversas tiveram a participação de pelo menos um integrante de cada setor interessado.

Para Solange Maia Merlini, de volta à EFAPE depois de três anos em sala de aula, foi a entrevista a parte mais desafiadora e interessante do processo seletivo. Ela conta que durante a conversa, teve a chance de entender um pouco mais sobre o perfil da vaga, o que mudou sua visão sobre qual seria a melhor contribuição a fazer na Escola de Formação. Solange está na área de Prêmios e Concursos, do Centro de Referência Mario Covas.

Eu fiquei bastante ansiosa e agora estou superanimada com o novo trabalho. Já passamos por algumas formações e tive a chance de conhecer um pouco mais sobre a Escola.”

Os servidores estão chegando aos poucos, recebendo formação específica sobre o funcionamento de cada departamento da Escola e começando em suas funções. Renan Vasconcelos já deixou Piracaia, cidade com cerca de 25 mil habitantes, a 90 quilômetros de São Paulo, para ocupar sua vaga no Departamento de Programas de Formação Continuada da EFAPE. Ele acha que sua contribuição está na experiência adquirida no interior, no olhar sensível para a formação do educador e para o aluno que vivem uma realidade tão diferente da capital, e nem por isso menos importante. “Vir para a EFAPE era o meu projeto de vida.”

“Teremos muito trabalho em 2020, mas com os saberes desenvolvidos pela nossa equipe nesses 10 anos de EFAPE e a energia dos novos integrantes, com certeza vamos executar o planejamento estratégico da Secretaria, ampliando, apoiando e valorizando a formação dos profissionais do século XXI”, destaca Cristina Mabelini.

Tags:
Categories:

Busca de Notícias