Ir para o conteúdo principal
mai 22

Written by: adm
22/05/2018 09:16 

TER, 22.05.2018

Organizado pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, em parceria com o Hospital São Paulo e com a SPDM – Sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, o 3º Congresso do Estado de São Paulo no Apoio ao Escolar em Tratamento de Saúde foi realizado pela primeira vez na EFAP.

O encontro foi destinado aos PCNPs de Educação Especial, supervisores de ensino, professores e diretores de escolas vinculadoras das classes hospitalares.

Foram dois dias de palestras, mesas de debates e oficinas, com o objetivo de refletir e integrar pesquisadores e profissionais das áreas da educação, da saúde e do direito, para falar sobre as especificidades da escolarização dos alunos em tratamento de saúde.

O evento propôs difundir o trabalho realizado nas classes hospitalares e reconhecê-lo como ferramenta essencial para os estudantes que precisam de atendimento especializado, além de oferecer recursos aos gestores e docentes, e reflexão sobre a formação profissional.

De acordo com a professora Rosangela de Almeida Valim, coordenadora da CGEB, “o Congresso é fundamental para a formação dos professores e gestores de classes hospitalares e demais profissionais envolvidos com a temática, intensificando o debate sobre políticas que abordam a Educação Inclusiva; e que enriquece ainda mais o trabalho que já vem sendo desenvolvido por esses profissionais”.

Atualmente, 60 professores da rede estadual de ensino atuam nas classes hospitalares de 33 hospitais do interior e da capital paulista. Embora a lei que regulamenta esse atendimento educacional seja recente, em 1931 foi criada a primeira classe hospitalar do Estado de São Paulo, instalada na Santa Casa de Misericórdia.

»Assista ao vídeo do Educação Compartilhada, que traz o dia a dia de uma classe hospitalar.

Na programação, Monserrat Perez-Cueto Deza, do Chile; Andrea Umaño e Miriam Roxana Schlesinger, da Argentina; Tania Campos Pecci, do Paraguai; e Lic. Jenny Gonzalez, da Colômbia, foram alguns nomes entre os palestrantes que trarão experiências vivenciadas em seus países. E ainda, no primeiro dia, três assuntos serão discutidos por professores especialistas: “O currículo e a prática pedagógica na classe hospitalar no Espaço Acolher/PA”; “Educação Freireana e Classe Hospitalar: formação e saberes”; e “Educação Freireana e Prática Pedagógica: experiência em brinquedoteca com crianças”.

No segundo dia, a professora Ana Paula Carmagnani, do Matific São Paulo; Leda Maria Borges da Cunha Rodrigues, mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem; e Ítalo Francisco Cursio, professor doutor da Universidade Mackenzie, estiveram presentes para mais três palestras, que abordaram: “A Tecnologia da Informação como ferramenta para gestão do conhecimento”; “Educação a distância como mecanismo facilitador do processo de ensino e aprendizagem”; e “A Ética na Educação e o Uso das TICs”.

As palestras e mesas de debates foram transmitidas, ao vivo, pelo site da Rede do Saber/EFAP.

A quem se destina:
PCNPs de Educação Especial, supervisores de ensino, professores e diretores de escolas vinculadoras das classes hospitalares.

Informações:
23/05 e 24/05

 

Tags:

Busca em Notícias: