Ir para o conteúdo principal
set 27

Written by: adm
27/09/2017 00:01 

A próxima etapa da competição está chegando! Entre os dias 02 e 13/10, os responsáveis pela FeCEESP – Feira de Ciências das Escolas Estaduais de São Paulo nas diretorias de ensino deverão inscrever os projetos que irão representar as DER na fase da seletiva estadual.

As propostas devem ser inscritas por meio do formulário eletrônico. Para validar a participação, a DER ainda deverá enviar um e-mail para inscricaofeceesp@gmail.com e anexar os projetos, banners, fichas de identificação, termos de uso de imagem e autorização de publicação, devidamente preenchidos, assinados e no formato PDF.

A SEE-SP irá divulgar a lista de projetos classificados para a Fase II – seletiva estadual por meio de comunicados via Boletim CGEB, Intranet e Portal da Educação. Em caso de vagas remanescentes, será aberto um novo período de inscrição.

Para mais informações, acesse o Regulamento da 5ª edição da FeCEESP 2017/2018.

Colhendo bons frutos

A FeCEESP está em seu 5º ano consecutivo. Desde a 2ª edição, que foi realizada em 2014, conta com a participação de todas as escolas da rede, do Ensino Fundamental dos Anos Finais e Ensino Médio. Nas quatro edições que passaram, recebeu 719 projetos, de 519 escolas, e envolveu 687 professores e 1.646 alunos.

Além de parcerias que têm contribuído para a ampliação dos projetos de pesquisas na área do empreendedorismo, a Feira tem estimulado outras iniciativas dos professores. Paralelamente são realizadas quatro feiras regionais, consolidadas nas Diretorias de Ensino de Fernandópolis, Mogi das Cruzes, Bragança Paulista e Itu. Também, tem aumentando as ações voltadas à pré-iniciação científica em outras diretorias.

Enilda da Silva Morais, professora de Física da EE Newton Câmara Leal Barros, já participou com sua turma de três edições da Feira e garante que essa é uma ótima oportunidade para envolver os alunos a fazer Ciência, de uma maneira autônoma e mais instigante; e de aprender também. “A pré-iniciação científica tem um impacto muito positivo, me fez refletir e repensar a minha prática em sala de aula. Os alunos que participam do projeto são protagonistas, e atuam em sala como multiplicadores. E os projetos contribuem para o processo de aprendizagem, para o desenvolvimento de habilidades e para uma melhor compreensão da relação entre a ciência, tecnologia e a sociedade.”

Durante a participação da 3ª e da 4ª edição, os projetos orientados pela professora ficaram entre os 30 finalistas. Um deles, o “Telhado Verde Filtrante Sustentável” ganhou em 2º lugar, na 3ª edição. Ainda, em 2016, a proposta foi apresentada na Mostratec, em Novo Hamburgo-RS, uma feira de ciências e tecnologia que reúne jovens cientistas do Brasil e do mundo. O projeto teve continuidade, e o protótipo está sendo aperfeiçoado por um novo grupo de alunos.

Não é só no ambiente escolar que a proposta da FeCEESP tem sido vista com bons olhos. Este ano, a Feira está entre as finalistas na 12ª edição do Prêmio Mario Covas, na categoria “Melhoria da Gestão Governamental”. O Prêmio, realizado pela Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado de São Paulo, seleciona as ações inovadoras de gestão pública no âmbito estadual e municipal, que introduzam ou aprimorem uma prática de modo a gerar melhorias nos processos organizacionais ou na prestação de serviços públicos.

Tags:

Busca em Notícias: