Ir para o conteúdo principal

Notícias

ago 16

Written by: adm
16/08/2017 15:05  RssIcon

“A educação constitui direito da pessoa com deficiência, assegurados sistema educacional inclusivo em todos os níveis e aprendizado ao longo de toda a vida.” Está na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência.

Neste segundo semestre, professores e gestores da rede pública paulista de ensino estão participando de um projeto inédito no Estado, o curso “Ensino médio inclusivo: construindo uma escola para todos – 1ª Edição/2017”. O curso tem como objetivo oferecer formação continuada aos profissionais, promovendo a reflexão sobre a cultura do pertencimento e o papel da escola na construção da cidadania. A proposta é abranger estudantes com e sem deficiência e suas famílias, por meio de projetos de intervenção local e da aprendizagem significativa para todos os alunos. Espera-se que esses profissionais possam ser futuros multiplicadores do conhecimento e das experiências produzidas.

Luiz Conceição, coordenador de formação, e Lailla Micas, assistente de formação do Instituto Rodrigo Mendes dão destaque a algumas aulas do curso. Segundo eles, a aula sobre o histórico da educação inclusiva apresenta o contexto em que a luta por uma educação inclusiva de qualidade para todos está sendo construída. A aula que aborda a relação entre educação e saúde também merece destaque porque traz a diferença entre o modelo médico e o social, possibilitando uma nova visão sobre deficiência. A aula de acessibilidades também é citada por eles porque expande o olhar para além da acessibilidade arquitetônica.

Participam da ação aproximadamente 125 escolas, de 13 diretorias de ensino, envolvendo 429 profissionais. O curso é resultado de uma parceria entre a Secretaria da Educação – por meio da EFAP e da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB) –, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) e o Instituto Rodrigo Mendes para Educação Inclusiva.

A primeira aula
A primeira aula aconteceu por videoconferência no começo de agosto e contou com a participação de Rodrigo Hübner Mendes, superintendente do Instituto Rodrigo Mendes; Luiz Henrique Conceição, coordenador de formação do Instituto Rodrigo Mendes; Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco; Luiz Carlos Lopes, secretário adjunto da SEDPcD; Luiz Candido Maria, coordenador da EFAP; e Valéria de Souza, coordenadora da CGEB. Foram apresentadas a estrutura do curso e a metodologia da formação. Os temas giraram em torno da legislação vigente, do contexto da inclusão no Ensino Médio, dos princípios e das dimensões da educação inclusiva.

Aldre Fernanda Cavalcante, PCNP da Diretoria de Ensino Leste 2, disse ter gostado muito da estrutura do curso. Considerou a primeira videoconferência bem eficiente e achou positivo o fato da explanação dos conteúdos, das dinâmicas e interações terem sido feitas por profissionais de diferentes áreas do conhecimento. Ela compartilha que outros cursistas também se mostraram satisfeitos.

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Noticias Efap

Busca de Notícias